“Noventa por cento daqueles que fracassam não estão derrotados....Apenas desistem.”

Paul J. Meyer

 

Será que podemos transformar uma pessoa comum numa campeã, mesmo que ela não tenha sido abençoada com algum dom? Ou será que para ser um campeão uma pessoa necessite estar geneticamente predisposta? A ciência investigou o assunto e, realmente, muitos campeões tem um dom nato. Mas nem todos. A história esta recheada de atletas que iniciaram a prática de um esporte por influência da família ou para o tratamento de uma determinada doença e acabaram se mostrando extremamente competitivos ao longo da carreira. Assim como grandes empresários que começaram a vida como vendedores ambulantes.

 

 

Dentre as diversas definições para campeão que o Houaiss nos traz, uma me chamou a atenção: aquele que se destaca por fazer algo de maneira melhor.

 

Assim sendo, podemos, de fato, criar um campeão, mesmo que este não tenha sido abençoado com algum dom ao nascer. Para tornar-se um campeão na vida basta ter atitude de campeão, mesmo que este nunca venha a participar de competições! A própria batalha por um lugar ao sol no concorrido mercado do trabalho já é uma grande competição.

 

O verdadeiro campeão não é aquele que vence disputas, mas aquele que tem uma atitude de vencedor ao longo de sua vida pessoal e profissional. Vejamos a seguir o comportamento de um campeão:

 

• Cuidados com a saúde física e emocional. Para dar conta da correria do dia-a-dia, da extensa jornada de trabalho e da família, o profissional campeão alimenta-se corretamente, dorme o suficiente, controla o peso e o colesterol, não fuma, bebe moderamente e mantém o estresse sob controle;

 

• Solidariedade. A pessoa campeã é sempre solidária com as demais, dividindo seu conhecimento e buscando auxiliá-las para que elas também possam vencer na vida, favorecendo o talento e não ocultando informações privilegiadas;

 

• Ética. O verdadeiro campeão jamais fará uso de expedientes ilegais ou irregulares para ascender na carreira. E, caso venha a ser imerecidamente beneficiado, abrirá mão da benesse em nome da lisura;

 

• Dedicação. O profissional campeão é extremamente dedicado à profissão que escolheu seguir. Ele busca constantemente o aprimoramento através de treinamentos, participação em cursos, leitura diária de jornais e revistas, além de pesquisar a maior quantidade possível de informações a respeito de seu trabalho e do mercado em que atua;

 

• Exemplo. A pessoa campeã é um exemplo de conduta para os novos profissionais que chegam ao mercado. Ela é simpática, solícita e acessível a todos que a procuram para obter informações. Sempre fala bem da sua profissão e nunca desmerece colegas de profissão;

 

• Organização. Num país que exige documentos e fotocópias para tudo, o profissional campeão tem sempre à mão sua documentação pessoal e profissional, evitando correrias de última hora. Cumpre prazos e mantém atualizada sua rede de relacionamento. Sempre sai com antecedência necessária para chegar aos compromissos, evitando se justificar do atraso por causa do trânsito.

 

Como podemos observar, para ser um campeão você não precisa ter um dom ou ter uma super-habilidade. Basta ter uma atitude de campeão, representar bem sua profissão e fazer bem feito aquilo que se propôs a fazer. Simples, não?

 

Então, você é um campeão?

 

Artigos

Políticas de preço - parte 2

Jornal Indústria e Comércio
Segunda, 27 de Março de 1995.
34ª edição da coluna – Página C3

Vimos na coluna passada que o preço pode variar em função da simples utilidade do produto (caneta Bic) ou do valor simbólico que ele agrega ao seu usuário (caneta Mont Blanc). Todavia, existem outras políticas de preço, a saber:

Leia mais...

Fotos

Depoimentos

Uma leitura fabulosa.

Matheus Mendonça