Rodovias da morte

Este último fim de semana, que culminou com o feriado do Dia das Crianças na segunda feira, vai ficar marcado m nossa memória. Não pelas comemorações que cobriram o país de norte a sul. Mas, infelizmente, pelos mais de 600 acidentes que envolveram mais de mil veículos, deixando um triste saldo de mais de 400 pessoas feridas e outras 100 mortas. O que deveria ser uma tranqüila e civilizada viagem de lazer acaba, muitas vezes, em tragédia. Proporcionalmente, morrem no Brasil 26 vezes mais pessoas que nos EUA. Mais do que lamentar tristes estatísticas, temos que buscar soluções imediatas.

Leia mais...

Patrocínio - Segunda parte: Contrato e retorno

Continuando nossa conversa da edição passada, onde tratamos do levantamento de dados dos potenciais patrocinadores para o envio da proposta e do que colocar na proposta, trataremos agora do contrato e das formas de retorno para o patrocinador.

Leia mais...

Patrocínio - Primeira parte: Como conseguir

Atendendo a pedidos de nossos caros leitores que sonham em correr e que não têm condições de fazê-lo por conta própria, falaremos na coluna deste mês sobre a difícil e trabalhosa tarefa de conseguir patrocínio para correr sem colocar a mão no bolso. É difícil, mas não impossível. O que ocorre é que a verba nas grandes empresas destinada ao patrocínio esportivo é disputada por todo tipo de competidores (pilotos de rali, Stock-car, Fórmula Truck, Copa Clio, etc), esportistas de diversas áreas (tenistas, maratonistas, cavalheiros, etc) e ainda por aventureiros de todas tribos (Montanhistas, velejadores, viajantes de bicicleta, etc). Apenas alguns projetos por cada empresa acabam sendo aprovados. Por isso sua proposta deve transmitir credibilidade, caso contrário ela vai para o arquivo morto com tantas outras.

Leia mais...

Como reduzir acidentes de trânsito

Já que é impossível eliminá-los, tentemos ao menos reduzi-los. Minha breve - porém riquíssima - experiência de dois anos na aviação comercial proporcionou-me valiosos ensinamentos na área de segurança, os quais gostaria de compartilhar com os amigos internautas.

Leia mais...

Quer Vencer? Treine, treine, treine.

Um dos momentos de maior alegria em minha carreira ocorreu em janeiro de 1984. De passagem pelo Rio de Janeiro, onde aguardava uma conexão no Aeroporto Internacional Tom Jobim, recebi, durante um jantar que estava o presidente do Touring Club do Brasil – José Luis Magalhães e o chefe da equipe Touring Rali - Sérgio Cunha, o inesperado convite para ser o piloto oficial da equipe naquele ano, que contava, ainda, com o importante apoio da GM. Inesperado porque era novato no esporte. Havia recém vencido o campeonato brasileiro de rali de velocidade e regularidade na extinta categoria novatos no ano anterior e contava com apenas um ano e meio de experiência no rali. De qualquer forma, o pessoal do Touring acreditou em meu potencial e fez o convite naquela histórica noite. Sem pestanejar, minha resposta foi um entusiasmado sim.

Leia mais...


Sady Bordin, 49 anos, é co-piloto da Trip Linhas Aéreas, palestrante, professor e consultor de marketing.

Depoimentos

Achei simplesmente muito bom.

Jean Rodrigo